Quanto é preciso investir para abrir uma startup?

Tempo de leitura: 3 minutos

Você já tem a ideia e está juntando a coragem necessária para abrir uma startup. No entanto, todas as vezes que você pensa nessa iniciativa, um questionamento vem à mente: quanto é preciso investir para abrir uma startup?

Não vamos falar neste post sobre uma quantia fixa para começar um negócio digital, e sim quais os meios possíveis de conseguir um aporte financeiro para seu plano de negócio caminhar. Confira:

Como conseguir dinheiro para abrir uma startup?

No Brasil, não existe financiamento para começar um negócio digital. Os bancos comerciais e públicos apenas oferecerem a possibilidade de empréstimo a empresas já consolidadas no mercado — que ofereçam garantias reais e pessoais de que vai honrar o pagamento.

A ideia de uma startup é começar algo realmente do zero. Então, onde conseguir tais investimentos? Vamos mostrar algumas opções que o empreendedor possui para dar o kickoff no seu negócio.

1. FAPESP PIPE

Se por acaso o objetivo for sediar o seu negócio dentro do Estado de São Paulo, uma opção é tentar recursos não-reembolsáveis (conhecidos como fundo perdido) no programa governamental FAPESP PIPE. Essa linha inicialmente foi desenvolvida justamente para empresas que estavam começando — muitas não tinham nem CNPJ. Com o passar dos anos, as diretrizes mudaram e hoje estendeu-se para negócios que possuem até 250 funcionários.

Por isso, se você tem um projeto inovador em mente ou uma tecnologia viável, analisar a possibilidade de captar um recurso concedido pela FAPESP se torna uma alternativa real.

2. Investidor anjo

Conseguir um investidor anjo nada mais é do que descobrir alguém para financiar a sua ideia. Normalmente, essa pessoa é um empresário ou um empreendedor que já chegou em um estado consolidado da carreira e quer diversificar seu portfólio de atuação.

Importante salientar que o investidor anjo não exerce uma atividade filantrópica com fins sociais. O objetivo é injetar aporte financeiro em um negócio com alto potencial de retorno, e que também impacte positivamente na sociedade ao gerar oportunidades de trabalho e renda — veja como os principais investidores anjo calculam o valuation de uma startup.

3. Financiamento coletivo

Hoje em dia, existem muitas plataformas que ajudam a recolher dinheiro para o começo de uma startup ou para uma ideia inovadora. Esse método é chamado de crownfunding. O processo funciona assim: o empreendedor apresenta seu projeto e recolhe doações, as quais normalmente são recompensadas por “mimos” — que podem ser desde um simples agradecimento até coisas materiais.

É uma alternativa interessante do ponto de vista financeiro porque o empreendedor paga apenas um valor para os administradores da plataforma, algo que gira em torno de 5%, em geral. Existem plataformas voltadas para startups e inovação.

4. Capital próprio

A possibilidade de injetar recursos próprios é sempre uma boa alternativa. Assim, o empreendedor não contrai dívidas ou divide os lucros. Mas nessa opção é necessário ter certa cautela para não colocar em risco todo o patrimônio adquirido. Para quem não tem nenhum capital, conseguir um sócio que entre com o aporte financeiro também é uma opção.

Existe ainda a possibilidade de procurar uma aceleradora — empresas que ajudam as startups não apenas com aporte financeiro mas também com orientações e mentorias. Em troca, o negócio digital dá um porcentual que varia de 5% a 15% e acordo com o estágio da startup e o capital investido.

Essas são algumas das maneiras que os empreendedores têm na mão para conseguir aporte financeiro para começar a sua startup ou seu negócio digital. Esperamos que assim você tenha se inspirado a procurar as alternativas e começar a pensar em como tirar sua ideia do papel. E para dar um empurrãozinho extra, baixe a nossa planilha de planejamento financeiro!

Pensou em mais alguma maneira de conseguir dinheiro para sua startup? Conte para nós a sua experiência!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *